Encontre o seu veículo:

7 maneiras “inusitadas” de guardar o estepe em seu automóvel

O roubo de estepes é um crime muito comum atualmente, por isso, as pessoas procuram diversas formas de se prevenir contra ele. São ideias malucas e muito criativas para travar ao máximo essa roda sobressalente a fim de que ela não seja levada por bandidos.

Mas toda essa criatividade não é de agora. As montadoras também desenvolveram diversos modelos de veículos que armazenavam o estepe em lugares muito inusitados. E nós fizemos uma lista com alguns deles para que você possa recordar.

Continue lendo para conferir e veja se algumas dessas ideias podem servir como inspiração para você armazenar o estepe em seu automóvel também!

1. Atrás do banco do motorista

A Kombi, modelo da Volkswagen, já armazenou o estepe em vários lugares. Porém, a posição mais adotada foi atrás do banco do motorista. Ele ficava fixado na parede metálica que separava esse banco dos passageiros da primeira fila.

 

2. No cofre do motor

Quem disse que o cofre do motor é reservado somente para ele e seus componentes? O Fiat 147, que foi lançado em 1976, tinha o seu estepe alojado dentro do cofre. A intenção era deixar o carro um pouco maior, evitando ocupar espaço no porta-malas de apenas 352 litros.

 

3. Em cima do motor

Essa mesma ideia do Fiat 147 foi aproveitada no Bianco S, que circulou entre os anos 70 e 80. Seu estepe também ficava no cofre do motor, posicionado na parte de trás do veículo, mas em lugar acima dele, entre as torres da suspensão traseira.

 

4. Na lateral do carro

Modelos que trazem o estepe na tampa do porta-malas são mais comuns hoje em dia. Porém, no caso do Willys Je, essa ideia não deu muito certo. Como esse veículo era muito leve, o estepe posicionado atrás fazia com que ele levantasse a parte da frente.

Então, a montadora decidiu posicionar a roda sobressalente na lateral direita, pois desse modo compensava o peso do motorista.

 

5. No capô

Mas não é somente atrás que você pode guardar o estepe do seu carro. Que tal seguir a ideia do Gurgel Carajás e posicioná-lo no capô do veículo? O único problema é que essa ideia não deu muito certo, porque a roda ali atrapalhava a visão e ainda tornava mais difícil abrir o capô. Por isso, muitos proprietários preferiam guardar o estepe no porta-malas.

 

6. No para-choque

Sim, existe um carro que tem o seu estepe fixado no para-choque! Mas vamos explicar direito, porque na verdade ele fica em um suporte em formato de braço móvel. Estamos falando do Cross Fox, que teve essa adaptação em 2010 porque o estepe perto da lanterna fazia muito ruído.

 

7. No porta-malas dianteiro

Ok, reconhecemos que guardar o estepe no porta-malas não é muito inusitado. Afinal, diversos modelos tiveram a roda sobressalente guardada ali. Porém, é interessante conhecer a história do MP Lafer, uma réplica Nacional do MG TD inglês.

Ele foi montado sobre o chassi do Fusca aproveitando também a sua mecânica. O problema é que o motor do Fusca é posicionado atrás, local onde ficaria o estepe do MG TD. Por isso, o que aconteceu foi mudar a posição da roda sobressalente para frente, só que o desenho dela foi mantido na carcaça. Então, parecia que o estepe estava atrás, mas era só um engodo!

O que você achou dessas ideias? Nem todas a gente pode aproveitar, não é mesmo? Por isso, se você quer realmente proteger o seu estepe e evitar o furto, o ideal é procurar soluções mais inteligentes e eficazes, como os parafusos antifurto. Assim você estará protegendo o seu carro, mas sem fazer com que ele perca a originalidade e o estilo!