Encontre o seu veículo:

Diferenças entre tração dianteira x tração traseira

Tração consiste em arrastar, puxar ou mover alguma coisa. Sendo assim, a tração de um veículo é o conjunto de peças e componentes que fazem com que a roda ganhe movimento e faça o carro sair do lugar onde está.

Embora a ação seja a mesma, existem sistemas diferentes de tracionamento para um automóvel. Afinal, ele pode estar concentrado na parte dianteira ou na parte traseira, e ainda existem aqueles com tração integral e 4×4.

Além das características desses diferentes tipos de tração, cada um deles apresenta suas vantagens e desvantagens. Neste artigo falaremos um pouco mais sobre a tração dianteira e traseira, encontradas na maioria dos modelos, para que você entenda qual é a diferença entre elas. Continue lendo para aprender um pouco mais sobre mecânica automotiva!

A tração dianteira e suas vantagens

Os modelos de veículos que apresentam tração dianteira são aqueles cujo sistema está localizado na parte da frente do veículo. Nesses casos, ela acaba ficando mais pesada justamente por concentrar toda a mecânica ali.

Esse tipo de tração é muito comum em carros mais econômicos e também naqueles de baixo custo. Ou seja, encontramos nos modelos que são mais populares. Sua maior vantagem é o fato de ajudar a reduzir o peso do automóvel, o que, consequentemente, ajuda a trazer agilidade para ele.

Ela também apresenta outros benefícios, pois oferece mais segurança, principalmente para os motoristas que não tem muita experiência ao volante. Isso porque fica mais fácil manter o controle do carro se acontecer uma derrapagem com as rodas da frente. Também permite um ganho de espaço interno porque não toma grandes dimensões do túnel central.

 

A tração traseira e suas vantagens

No caso da tração traseira, uma grande parte das peças e componentes do sistema fica localizada na parte de trás do veículo. Por isso, o peso fica melhor distribuído em sua extensão, então, nem a parte da frente nem a de trás fica mais pesada.

Uma das vantagens desse sistema de tração é o fato de que, quando você acelera, o carro acaba ganhando peso justamente no eixo que ajudará a dar tração. Afinal, ele afunda um pouco para trás, digamos assim, quando é acelerado.

Além disso, a tração traseira oferece maior equilíbrio para o veículo e ainda traz a possibilidade de realizar manobras mais esportivas. Outra vantagem é o desgaste mais uniforme da borracha dos pneus, em função de o peso estar bem dividido.

As vantagens desse sistema de tracionamento continuam, porque ele também ajuda a dar uma maior potência para o veículo. Isso porque ele não é puxado, como acontece na tração dianteira, mas sim empurrado. Outro fator positivo é a maior facilidade para rebocar o veículo.

 

Quais são as desvantagens da tração dianteira e da traseira?

Como nada é perfeito, tanto a tração dianteira quanto a tração traseira apresentam alguns fatores negativos. No primeiro caso temos um desgaste bem maior dos pneus da frente, afinal, são eles que fazem força para movimentar o veículo.

Por isso, é preciso fazer o rodízio com o intuito de equilibrar o desgaste para que haja um equilíbrio entre todos os pneus. Conforme apontamos, há uma distribuição ruim do peso e uma dificuldade para controlar a velocidade do veículo.

Já a tração traseira apresenta como desvantagens a necessidade de ter muito mais atenção em manobras de emergência, porque fica difícil controlar o veículo nessas situações. O espaço interno também acaba sendo um pouco menor e ainda a sua mecânica é mais pesada, em função do eixo cardã, que envia a potência para o eixo traseiro.

Como a tração dianteira e a traseira tem suas vantagens e desvantagens, não podemos apontar uma como melhor do que a outra. Para escolher o seu modelo de carro ideal, considere suas necessidades, estilo de pilotagem, experiência, onde você vai rodar e outros detalhes. Na dúvida, você pode preferir a tração integral, quando as quatro rodas se mantém tracionadas permanentemente.